Mulheres da agricultura familiar são capacitadas na agroindústria da UESC

ascom-cooperast

A Cooperativa de Desenvolvimento Territorial -COOPERAST, entendendo a importância das agroindústrias para o desenvolvimento socioeconômico dos pequenos agricultores familiares, promoveu nesta quinta-feira (11), em parceria com a Universidade Estadualde Santa Cruz – UESC, a capacitação técnica das agricultoras familiares em processamento de frutas.

Utilizando a técnica de aulas teóricas e práticas, expositivas e dialogadas e utilização de grupos de trabalhos. Foram capacitadas pelo professor Antônio Fábio Reis Figueiredo, no Pavilhão de Agroindústria da UESC, as mulheres associadas da Embaúba (Associação de Produtores Orgânicos da APA Itacaré-Serra Grande).

Para Vinícius Monteiro, Diretor Presidente da COOPERAST, a função da cooperativa é promover parcerias para fortalecer as entidades parceiras, uma vez que, a EMBAUBA (Associação de Produtores Orgânicos da APA Itacaré-Serra Grande), está em processo de montagem de uma fábrica de processamento de frutas e levando estas mulheres envolvidas nesta montagem a um centro de pesquisa, fazendo com que elas possam aprender ainda mais na prática tudo que necessitam para usar no dia-dia de uma fábrica.


Filmes indígenas ganham destaque no abril da TVE Bahia

A TVE Bahia estreia o mês de abril com novidades. Uma série de produções indígenas serão exibidas na emissora pública a partir do dia 03 de abril, sempre às quartas, quintas e sextas-feiras, às 22h15. Com o objetivo de dar visibilidade à diversidade dos povos indígenas, a emissora selecionou 10 longas e curtas-metragens, na categoria documentário.

Os filmes que abrem a temporada da ‘Mostra de Cinema Indígena da TVE’, são ‘Ihiato’, que conta a história dos Fulni-ôs em busca de suas raízes em um passado não muito distante, e ‘Konãgxeka: Dilúvio Maxakali’, animação falada em língua maxakali, que trata da versão maxakali da história do dilúvio. Como um castigo, por causa do egoísmo e da ganância dos homens, os espíritos yãmîy enviam a “grande água”.

Inéditos na tv aberta, a emissora vai exibir também alguns filmes produzidos pela Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). O curta ‘Aos que sempre lutaram’ vai mostrar o aspecto da luta contra o massacre do povo pataxó. A obra foi construída na Aldeia Cahy, localizada em Cumuruxatiba, território marcado por conflitos contra esse povo. Produzido em outro território, na região de Coroa Vermelha, o filme ‘Em todos os lugares #SomosPataxó’, traz testemunhos sobre o que é ser Pataxó no mundo contemporâneo. Ambos terão exibição na quinta-feira (04), às 22h15.

Na sexta-feira (05), a emissora exibe o filme ‘ATL – Acampamento Terra Livre’, que retrata a mobilização anual que acontece no mês de abril, no Congresso Nacional, pelos direitos dos povos indígenas. O curta foi dirigid por Edgar Corrêa Kanaykõ, do povo Xakriabá, que habita as margens do rio São Francisco no município de São João das Missões, ao norte de Minas Gerais. Neste mesmo dia, a TVE exibe o filme ‘Juacema: Terra do povo Pataxó’, obra também produzida pela UFSB.


GONGOGI: RUA 13 DE MAIO ESTÁ COM OBRA EM ANDAMENTO

fb_img_1553294138839
Ascom/Gongogi

O prefeito Kaçulo visitou na manhã desta sexta-feira (22), a obra de contenção e pavimentação de parte da Rua 13 de Maio, no município de Gongogi.

Kaçulo conversou com os moradores que agradeceram a iniciativa, visto que por se tratar de “um pedaço de rua”, muitos não davam importância. “A obra de contenção já foi finalizada, agora vamos à pavimentação”, disse Kaçulo.É o Governo Cuidando da Cidade e da Nossa gente.Ascom/Gongogi


DIVULGAÇÃO DE CONCURSO – GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA – SAEB – SEFAZ

concurso

O Governo da Bahia, por meio das secretarias da Administração (Saeb) e da Fazenda (Sefaz), publicam  abertura de inscrições para o concurso público de auditor fiscal, com a oferta de 60 vagas na função. As inscrições estarão abertas a partir das 10h do dia 11 de março, se encerrando às 14h do dia 05 de abril, devendo ser realizadas exclusivamente pela internet, no site da organizadora do certame, a Fundação Carlos Chagas – FCC. A taxa de inscrição é no valor de R$ 170.

Podem se inscrever no certame profissionais com formação superior em Administração, Ciências Econômicas, Ciências Contábeis, Direito, Engenharia, Informática, Sistemas de Informação, Ciência da Computação ou Processamento de Dados – desde que as graduações possuam reconhecimento do Ministério da Educação (MEC). Das 60 vagas ofertadas, 24 são para a área de Administração, Finanças e Controle Interno; 17 para Tecnologia da Informação; e 19 para Administração Tributária.

De acordo com a legislação específica, é assegurada que 5% do percentual das vagas seja reservada a pessoas com deficiência e outros 30% sejam direcionados aos candidatos que se autodeclarem negros. É importante lembrar que, no primeiro caso, as atividades a serem desempenhadas pela função escolhida devem ser compatíveis com a deficiência do candidato, que passará por perícia da Junta Médica Oficial do Estado. Já a autodeclaração de candidatos negros contará com procedimento de heteroidentificação, conduzido por comissão a ser instituída pela FCC.

Provas – O concurso para auditor fiscal contará com quatro provas. As três primeiras, a serem aplicadas no mesmo dia, ainda no primeiro semestre de 2019, conta com questões de conhecimentos gerais e de conhecimentos específicos, além de questões discursivas – todas elas de caráter eliminatório e classificatório. A quarta prova, para avaliação de títulos, será aplicada aos aprovados na prova discursiva.

A divulgação dos resultados do certame – seja de cada uma das provas quanto de todas as publicações previstas em edital – será feito conjuntamente pela Saeb e Sefaz, no Diário Oficial do Estado (DOE). O conteúdo também estará disponível no site da organizadora do certame e no Portal do Servidor. O concurso tem validade de um ano, podendo ser renovado por igual período.

Fonte: Ascom Saeb


SineBahia comemora Mês da Mulher com ampla programação

A Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) iniciou hoje (08) a programação especial do Mês da Mulher na unidade central do SineBahia, em Salvador.  A abertura foi marcada pela distribuição de senhas prioritárias para as trabalhadoras, garantindo atendimento mais célere e mais oportunidades nos encaminhamentos para as vagas de emprego.

A partir da segunda-feira (11), a unidade central do SineBahia adota, em caráter permanente, o atendimento preferencial para  mulheres que possuam filhos de até 5 anos de idade. Na ocasião, será realizado um bate-papo com o Núcleo de Psicologia do serviço e confeccionado um painel colaborativo com as principais conquistas das mulheres ao longo da história. O público feminino presente também poderá se inscrever em cursos gratuitos de Digitação, Excel, Office, Atendimento ao Público, Oratória, Língua Portuguesa e Libras.


Defensoria Pública do Estado da Bahia tem novo defensor geral

Conselho da DPE dá posse a Rafson Ximenes como defensor público geral da BahiaO Conselho Superior da Defensoria Pública do Estado da Bahia deu posse ao novo defensor público geral do Estado, Rafson Saraiva Ximenes, no sábado (2), em Salvador.

Depois de integrar a lista tríplice e ser nomeado pelo governador Rui Costa, o novo defensor-geral assume o comando da DPE-BA para o biênio 2019-2021.Ximenes substitui Clériston Cavalcante de Macêdo, que deixou o cargo depois de dois mandatos.

Durante a cerimônia de transmissão de cargo, Clériston Macêdo destacou que, com a expansão e interiorização promovidas na gestão, alcançou 35 comarcas e deixou para o seu sucessor a inauguração e designação de defensor público das unidades de Ribeira do Pombal, Cruz das Almas e Bom Jesus da Lapa.

Em 2015, apenas 22 comarcas contavam com defensores públicos.Ele afirmou ainda que realizou concurso público e nomeou 75 aprovados.


Meio Ambiente cadastra ONG’s Ambientais para ocuparem vagas no Condema

As Organizações Não Governamentais (ONGs) da área ambiental que estão instaladas ou atuam em Ilhéus tem até o próximo dia 8 de março para se cadastrarem junto à Superintendência do Meio Ambiente (Sema). O cadastramento é uma exigência legal a todas as ONGs interessadas em compor o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Condema). A Sema é um órgão ligado à Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (Sepandes).

São três vagas para as organizações ambientalistas no Condema, e por força da lei todos os integrantes do conselho devem estar cadastrados. Como ainda restam essas três vagas, a Sema está alertando para o prazo de cadastramento. Mesmo as ONGs que não integram o Condema precisam se cadastrar, para garantir uma vaga com a troca de representação, realizada a cada dois anos.

As ONGs interessadas devem procurar a sede Sema, localizada na praça Antônio Viana, 149, Cidade Nova, de segunda à sexta-feira, das 12 às 18 horas, apresentando os documentos exigidos para o cadastro: estatuto registrado, constando o objetivo da ONG; ata da eleição da última diretoria devidamente registrada; inscrição no Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas do Ministério da Fazenda (CNPJ/MF) e alvará de localização do Município de Ilhéus.


Edital de publicização do artesanato baiano tem prazo prorrogado

Oficina de Arte e Cultura (12)O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), prorrogou até 08 de abril o prazo para recebimento de propostas para qualificação, promoção e comercialização do artesanato baiano.

A chamada pública, regida pelo Edital nº 010/2018, conta com um investimento de R$ 5 milhões. O objetivo é selecionar uma organização social para, em parceria com a Coordenação de Fomento ao Artesanato (CFA) da Setre, desenvolver ações de publicização da produção artesanal do estado. A entidade escolhida também poderá estabelecer parcerias com a iniciativa privada para captação de recursos que serão investidos na área.

Informações complementares sobre a seleção podem ser obtidas com a CFA, das 9h às 17h, nos telefones (71) 3116 – 6184 / 6106 ou pelo e-mail coordenacao.artesanato@setre.ba.gov.br.


Sebrae Bahia empossa nova diretoria e representantes de conselhos

Nova diretoria do Sebrae e representantes de conselhos serão empossadosA nova diretoria do Sebrae Bahia e os representantes do Conselho Deliberativo Estadual (CDE) tomam posse na próxima segunda-feira, 25 de fevereiro, às 19h, na Casa do Comércio. O Conselho Fiscal da organização também será empossado no evento. Eleitos por unanimidade, os representantes ocuparão os cargos pelos próximos quatro anos.

No evento, tomarão posse Carlos de Souza Andrade, como presidente do CDE; Jorge Khoury, como superintendente; Franklin Santana Santos, como diretor técnico; e José Cabral Ferreira, que responderá pela diretoria administrativa-financeira. O Conselho Fiscal da entidade, que também toma posse no evento, terá o mandato iniciado em março de 2019.

O novo presidente do CDE, Carlos de Souza Andrade, é farmacêutico e tem uma trajetória com atuações no comércio e na indústria farmacêutica. Ele fundou a antiga rede Estrela Galdino e as farmácias de manipulação A Fórmula, hoje com 74 unidades por todo o país em sistema de franquia. Foi sócio fundador da Indústria de Biotecnologia Farmacêutica (IB Farma), com sede no Centro Industrial de Aratu.

Baiano de Amargosa, Carlos fundou o Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos do Estado da Bahia e é diretor da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Também é conselheiro titular do Sesc, Senac e da CNC no Conselho Nacional de Saúde.


Horário de verão termina à zero hora deste domingo

Motivo de alegria para uns e de tristeza para outros, o horário de verão termina à zero hora deste domingo (17).

Com isso, os relógios terão que ser atrasados em uma hora (voltarão para as 23h) nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O horário de verão de 2018 começou no dia de 4 novembro para moradores de 10 estados e do Distrito Federal.

Até 2017, o horário de verão tinha início no terceiro domingo de outubro, mas atendendo um pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o então presidente Michel Temer alterou o início do horário para que não coincidisse com o primeiro e o segundo turno da eleição.