Ministério da Agricultura pagará R$ 28,9 milhões para cobrir perdas de agricultores familiares com a seca

Agricultores familiares de 123 municípios da Bahia, Paraíba e Minas Gerais terão o benefício do Garantia-Safra 2018/2019 disponibilizado em novembro para cobrir perdas com a seca, informou o Ministério da Agricultura na segunda-feira (18).

Segundo o governo, o pagamento beneficiará 139.070 unidades familiares, somando R$ 28,9 milhões. O montante em recurso disponibilizado para esses agricultores até o mês de março de 2020 chegará a R$ 118,2 milhões.

No acumulado da safra 2017/2018, foram beneficiados 493.638 produtores em 531 municípios, totalizando, aproximadamente, R$ 419,6 milhões em benefícios, diz o ministério. (G1)

 


Chocolate Bahia Cacau é apresentado no 1º Fórum Comercial Brasil–Rússia

bahia_cacau2_brasil_russia_11_06_2019jpgO chocolate e o nibs da Bahia Cacau fez parte da exposição durante o 1º Fórum Comercial e de Investimentos Brasil –Rússia que aconteceu na segunda-feira,11, em Brasília. O potencial comercial da agricultura familiar baiana e do chocolate foram apresentados pelo secretário de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura da Bahia, Lucas Costa.

“Consideramos uma excelente oportunidade onde o nosso chocolate de qualidade, vindo da agricultura familiar, pode ser experimentado e mais conhecido. Vamos expandir ainda mais a comercialização”, pontuou Osaná Crisóstomo, diretor-presidente da Bahia Cacau/Coopfesba.

bahia_cacau1_brasil_russia_11_06_2019jpgO evento foi organizado pela Câmara de Comércio Brasil-Rússia, pela Embaixada da Rússia e pela Frente Parlamentar Brasil-Rússia e teve como objetivo expandir as relações e ampliar o atual cenário comercial entre os dois países.

Instalada às margens da Rodovia BR 415 (Ilhéus-Vitória da Conquista), a Loja de Fábrica da Bahia Cacau, em Ibicaraí, oferece toda a produção de chocolates de origem (com variações entre 35% e 70% de teor de cacau), variedades como o chocolate com pimenta, e os Nibs que são uma dos carros chefes da Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bacia do Rio Salgado e Adjacências (Coopfesba), responsável pelo projeto.


Encontro estimula economia solidária em comunidades indígenas

“Experiências de Geração de Renda dos Povos da Bahia, Acre e Território do Alto Xingu” é o tema do 1º Encontro Indígena da Economia Solidária do Sul da Bahia, que acontece entre os dias 07 e 09 de novembro, na Escola Municipal Indígena Pataxó de Coroa Vermelha, em Santa Cruz Cabrália.

Realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), em parceria com a Federação Indígena das Nações Pataxó e Tupinambá (FINPAT), o evento vai reunir 130 lideranças do segmento.

O intuito é promover a troca de experiências em economia solidária desenvolvidas por comunidades, associações e cooperativas indígenas brasileiras e estimular a formação de novas iniciativas de trabalho coletivo. Entre os participantes do encontro está a primeira deputada federal indígena, Joênia Wapichana, eleita pelo estado de Roraima.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Bahia possui a maior população indígena do Nordeste e assume a terceira posição no ranking nacional. O estado conta com 143 comunidades distribuídas em 33 municípios, com 22 etnias reconhecidas. A Comunidade Pataxó é considerada a mais populosa, com 11.942 (21,0% do total).

Serviço

O quê? 1º Encontro Indígena da Economia Solidária do Sul da Bahia

Onde? Escola Municipal Indígena Pataxó (BR-367, km 06, S/Nº – Coroa Vermelha – Santa Cruz Cabrália – Bahia)

Quando? De 07 a 09 de novembro


Cônsul Geral de Cuba visita a Biofábrica de Cacau e destaca interesse do país na cooperação com o Sul da Bahia

biof1A Cônsul Geral da República de Cuba Milena Caridad Zaldívar e o Cônsul para Assuntos Econômicos e Comerciais Yoneski Gutiérrez estiveram em missão ao Litoral Sul da Bahia no último final de semana para conhecer a produção de mudas que a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) distribui aos agricultores familiares na Bahia por meio da Biofábrica de Cacau.

Na ocasião, os cônsules conheceram os viveiros e laboratório da instituição, em Ilhéus, e o plantio e desenvolvimento precoce das mudas de cacau no Projeto de Assentamento Dois Riachões, localizado no município de Ibirapitanga. A missão técnica foi articulada pelo deputado estadual Marcelino Galo.

“O objetivo da nossa visita foi precisamente conhecer o desenvolvimento que tem alcançado essa região na produção de cacau. Cuba tem muito interesse em conhecer essa experiência e começar a desenvolver parcerias que nos possibilitem aperfeiçoar os procedimentos, os mecanismos que temos lá para fortalecer a produção do cacau”, destacou a Cônsul Geral, que conheceu os diferentes tipos de propagação das mudas de cacau produzidas na Biofábrica com a parceria da SDR.

(mais…)


Diversidade e qualidade da agricultura familiar ganha público do Mesa São Paulo

mesa-sao-pauloA qualidade da agricultura familiar da Bahia mais uma vez demonstra o seu potencial. Visitantes e participantes do Mesa São Paulo 2019 se encantaram com os produtos das cinco cooperativas baianas que, apoiadas pelo Governo da Bahia, participaram do evento realizado no Memorial da América Latina, e expuseram seus produtos no estande baiano Terra Madre Brasil 2020.

Produtos derivados de licuri, umbu, maracujá do mato, castanha, nibs de chocolate e café orgânico fizeram sucesso entre chefs de cozinha do Brasil e do mundo, produtores e especialistas nas mais diversas áreas da gastronomia.

A professora de Gastronomia de Porto Alegre Deise Sterque conheceu os produtos da agricultura familiar da Bahia: “Experimentei o doce do umbu, de maracujá da caatinga, o licuri e vou levar tudo para minhas aulas, para que meus alunos conheçam. Estou muito feliz com essa troca”.

(mais…)


Agricultura familiar da Bahia mostra qualidade de produtos no Mesa São Paulo

AMesa SP (2) agricultura familiar da Bahia mais uma vez marca presença no Mesa São Paulo, o evento de gastronomia mais importante da América Latina, com produtos derivados de licuri, umbu, maracujá do mato, castanha, nibs de chocolate e café, que serão apresentados por cooperativas baianas de 24 a 27 de outubro, no Memorial da América Latina, na capital paulista.

A ação é uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), no âmbito do projeto Bahia Produtiva, que conta com empréstimo do Banco Mundial, visando promover mais espaços de comercialização dos seus produtos das cooperativas.

Neste ano, o Mesa será uma plataforma de lançamento do Terra Madre 2020, que será realizado em junho, em Salvador, pelo Slow Food Brasil, em parceria com a CAR. O evento, que reúne comunidades do alimento, de acadêmicos, cozinheiros e toda a comunidade do Slow Food, acontece a cada dois anos na Itália e terá uma edição especial voltada unicamente para o Brasil.


Associação Santa Izabel realiza diagnóstico de produção com técnico do CDS-LS

tecnicos-do-cds-ls-na-associacao-vila-izabelNa manhã desta terça-feira, 15, os membros da Associação Comunitária da Vila de Santa Izabel, localizada em Ibicaraí, realizaram o Diagnóstico de Produção com o apoio dos técnicos do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável (CDS-LS) que integram o Projeto de Apoio à Rede de Associações Rurais.

A análise sobre a produção da localidade determina as condições atuais dos agricultores e seus processos produtivos. Foram realizadas análises específicas sobre produtos, tais como a produção em destaque, sistemas de produção, volume de produção entre outros aspectos até a chegada da comercialização.

O processo procurou analisar a propriedade em seus aspectos gerais, a partir da percepção dos 40 agricultores e membros da associação têm a respeito de suas condições de vida no meio rural.

Para o coordenador do projeto, Raimundo José Nascimento, essa nova etapa das atividades visa coletar as informações necessárias para o andamento das ações. “Além das informações sobre a produção, o diagnóstico identificou a composição administrativa e do conselho da associação, o quadro e a classificação social, os serviços prestados na comunidade, produção, a caracterização de saneamentos no local, infraestrutura e as políticas públicas que foi beneficiada”, exemplificou.

As atividades são realizado através do convênio entre a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR), a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável Litoral Sul (CDS-LS) e o Instituto Chocolate.


Audiência discute a política nacional do cacau e o papel da Ceplac, nesta terça, em Brasília

ceplacO presidente da Associação dos Municípios da Região Cacaueira – Amurc, Aurelino Cunha, juntamente com deputados e senadores baianos, representantes do Sul da Bahia e de outros estados produtores de cacau, participam de uma Audiência Pública do Cacau nesta terça-feira (15), no Senado Federal, para defender o decreto que cria a Política Nacional do Cacau, com base no projeto de lei PL 4.107/2019, de autoria do senador Ângelo Coronel.

Além disso, serão apresentadas as 10 medidas sugestivas para o desenvolvimento da região e proteção da cacauicultura em relação as doenças. A proposta foi entregue no início do mês à Ministra da Agricultura, Teresa Cristina, e destaca a necessidade de investimentos científico, técnico e financeiro da lavoura do cacau, com fomento financeiro aos cacauicultores, que resulte no aumento significativo da produção por hectare, com a possibilidade de 250 arrobas por hectare.

O encontro acontece a partir das 9h, no Plenário 7, Ala Alexandre Costa, Anexo II, no Senado Federal.


Consórcio Litoral Sul orienta sobre regulação da DAP

Técnicos do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável Território Litoral Sul (CDS-LS) que integram o Projeto de Apoio à Rede de Associações Rurais realizaram orientação na Associação de Integração e Desenvolvimento da Agricultura Familiar do Meio Rural, localizada em Itajuípe, sobre a importância da regulação da Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (DAP), documento de identificação que pode ser obtido pelo agricultor ou agricultora familiar para acesso a linhas de crédito e políticas públicas.

A iniciativa faz parte do cronograma de atividades de assistência técnica para 30 associações do território litoral sul, e direciona os associados com o propósito de garantir emissão da DAP, para os que não tiverem, e a regulação para que sejam seguidos todos os critérios definidos pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e beneficie o agricultor que realmente tenha direito à Declaração.

(mais…)


Chocolate da Bahia é premiado em São Paulo durante congresso

Chocolate da Bahia é premiado em São Paulo durante congresso nacional para mulheresO chocolate da marca Natucoa, com teor de 70% cacau, produzido pela Cooperativa de Serviços Sustentáveis da Bahia (Coopessba), foi um dos premiados no Prêmio Brasil Artesanal 2019 Chocolate, realizado durante o 4º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio, que acontece, até esta quarta-feira (09), em São Paulo, com o tema AGIR – Ação Global: Integração de Rede. A iniciativa é da Confederação da Agricultura e Pecuária (CNA).

Foram premiados chocolates artesanais fabricados por mulheres, a partir de amêndoas de cacau produzidas na Bahia. O chocolate da Natucoa ficou em 3º lugar, entre os cinco premiados, incluindo chocolates produzidos em São Paulo (1º colocado), Bahia (2º e 3º), Minas Gerais (4º) e Bahia (5º colocado). O prêmio integra o Programa de Alimentos Artesanais e Tradicionais do Sistema do CNA e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e tem o objetivo de valorizar os chocolates artesanais produzidos por mulheres.

(mais…)