Carnaval de Salvador gera 250 mil trabalhos temporários

O Carnaval só começa no próximo mês, mas nos bastidores da festa já há muito trabalho a se fazer. Há milhares de vagas temporárias sendo geradas para o período em camarotes, blocos, hotéis, restaurantes e centrais de vendas. A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) estima que 250 mil empregos serão gerados durante o Carnaval deste ano, e a renda extra através do emprego temporário deve passar dos R$ 150 milhões.

Entre as profissões procuradas, estão guias turísticos, maquiadores, costureiros, massagistas, mâitres, barmans, garçons, recepcionistas, pintores, montadores de estruturas, técnicos de som, seguranças, cordeiros, músicos, iluminadores, motoristas, auxiliares de cozinha, faxineiros, entre outros.

Uma parte dessas oportunidades está na área de comidas e bebidas. A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) espera que sejam contratados 4 mil trabalhadores para o setor durante a festa. Cerca de 90% destas vagas estão concentradas em camarotes, carros de apoio de blocos e outras atrações da folia, enquanto os 10% restantes estarão localizados em bares, boates e restaurantes localizados próximos aos circuitos carnavalescos. (A Tarde)


Comentários