Atraso de salário dos terceirizados da Educação do Estado faz Sindilimp paralisar atividades no NRE5

paralisao_21_10_15_nre5Mais uma vez em 2015, o Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza da Região Sul e Extremo Sul da Bahia (Sindilimp) paralisou as atividades do Núcleo Regional de Educação do Estado da Bahia de Itabuna(NRE5) para reivindicar o pagamento de salário, vale alimentação e vale transporte em atraso dos terceirizados das escolas.

A ação do sindicato  é para pressionar as empresas para garantir os direitos dos trabalhadores de receber seus vencimentos em dia. O coordenador do Sindilimp José Carlos afirma que os trabalhadores irão ficar no Núcleo até que tenha uma resposta positiva do pagamento.

“Não aceitamos que centenas de trabalhadores fiquem sem comer e sem pagar suas contas pela desorganização das empresas. Quem trabalhou precisa receber. Por isso trancamos os portões do Núcleo até que tenha uma solução”, frisa José Carlos. O sindicalista disse ainda que “dialoga com o governo e empresas, porém a situação está se repetindo o ano inteiro”.


Comentários