ANS suspende a comercialização de 26 planos de saúde de 11 operadoras

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou suspensão temporária da comercialização de 26 planos de saúde de 11 operadoras. Foram computadas, no período de 1º de abril até 30 de junho, 17.171 reclamações de natureza assistencial, o que foi tomado como motivo para as suspensões.

Juntos, os planos proibidos de serem comercializados acumulam 75,5 mil beneficiários, que não perderam direito aos serviços oferecidos pelos planos. A medida passou a valer a partir de hoje.

As suspensões fazem parte do programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, realizado a cada três meses pela ANS. A ideia do programa é garantir a qualidade dos serviços prestados pelas operadoras de saúde. A ANS recebe e registra as reclamações do beneficiário e faz uma notificação preliminar para as operadoras. Depois de informada, a ANS determina prazos para que seja resolvido ou justificado o problema citado nas reclamações.

LEIA MAIS NO CORREIO BRASIENSE.


Comentários