Aluno da FTC Itabuna é o único selecionado do Nordeste para a HackLab Fnesp 2019

 aluno-nilson-netto-da-ftc-itabuna-selecinado-para-p-hacklab-20“A Educação superior será transformada a partir do momento que passarmos a rever as metodologias de ensino e aprendizagem na educação básica”. Foi defendendo este pensamento em relação às perspectivas de mudanças no ensino superior brasileiro que o estudante Nilson da Silva Borges Netto, do 5º período do curso de Administração da FTC Itabuna, assegurou sua participação na 2ª edição do HackLab Fnesp. O jovem foi o único representante da região Nordeste do Brasil a participar do maior fórum de ensino superior da América Latina, que acontece no período de 25 a 27 de setembro, em São Paulo.

            Ao lado de outros 31 estudantes universitários brasileiros e estrangeiros matriculados em Instituições de Ensino Superior (IES) das redes pública ou privada nacionais, Netto foi selecionado para maratona empreendedora, que é o HackLab, na qual os estudantes universitários têm a oportunidade de desenvolver soluções inovadoras para problemas reais do ensino superior brasileiro. Para garantir a participação do acadêmico no evento, a Rede FTC está oferecendo toda uma logística de apoio.

Segundo o diretor geral da FTC Itabuna, Kaminsky Mello Cholodovskis, é muito importante para uma Instituição de Ensino Superior oportunizar aos seus alunos a presença em eventos desta natureza, em que os conhecimentos científicos, aliados ao uso das novas tecnologias, irão gerar ideias inovadoras. “Neste sentido estamos garantindo todo apoio ao nosso aluno para que ele possa representar bem não somente os demais alunos da Rede FTC, como também os estudantes do Nordeste brasileiro”, disse.

O que é Hacklabs

Hacklabs são espaços físicos em formato de laboratório comunitário visando à solução de problemas em grupo. Estes seguem uma tendência contemporânea chamada “cultura maker” que trabalha na interseção da cultura DIY (do inglês, faça você mesmo) e da cultura hacker, que tem como princípios o compartilhamento, a abertura, a descentralização, o livre acesso à tecnologia e a melhoria do mundo.

Confira no link https://youtu.be/qQ67p_t22U4 o vídeo enviado pelo nosso aluno Nilson, a partir do qual ele foi selecionado. “


Comentários