Adélia Pinheiro tomou possse para segundo mandato na Uesc

posse 1A posse da professora Adélia Maria Carvalho de Melo Pinheiro, reitora, e Evandro Sena Freire, vice-reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC, para o quadriênio 2016/2020, foi marcada pelo otimismo. A solenidade, no auditório do Centro de Arte de Cultura Governador Paulo Souto, foi presidida pelo Secretário de Educação do Estado, Osvaldo Barreto. O governador da Bahia, Rui Costa, foi representado pelo vice-governador e secretario de Planejamento do Estado da Bahia, João Leão .

“Reafirmamos princípios e defesa inabalável do interesse público na realização de ações e atividades que deem resposta aos problemas e necessidades da sociedade. Como instituição pública de ensino superior temos responsabilidades e deveres;” destacou a reitora em seu discurso lembrando que “há quatro anos firmamos com a comunidade academica e regional o compromisso de reitorar tendo a UESC como instituição social, a educação como bem público, a gestão e o trabalho acadêmicos definidos pelos valores da autonomia, democratização, ética e excelência aliados a sustentabilidade institucional dos quais não nos afastamos.”

Adélia destacou “a consolidação demonstrada e alcançada nos indicadores acadêmicos a exemplo do quinto ano consecutivo de avaliação do índice geral de cursos do Inep, em valor de quatro, sendo o máximo cinco, na sustentabilidade financeira garantida no período, no crescimento em número e qualidade de cursos de mestrado e doutorado, no crescimento da produção em inovação, no protagonismo regional para questões da educação e cidadania, na pujança das ações de apoio ao estudante, no dialogo e ações em parceria com os movimentos sociais constituem-se nosso orgulho e projetam o futuro da nossa Universidade.”

É desafio atual e que se lança para os próximos tempos a construção de um novo Estatuto, aspiração da comunidade acadêmica. A reitora Adélia Pinheiro foi incisiva ao apontar para o mandato que se inicia os novos desafios decorrentes do contexto loco e regional e mais amplo em constantes modificações. ” Universidade pública, gratuita de excelência, socialmente referenciada não se constitui em discurso vazio e panfletário que se distancie do fazer cotidiano presentes em processos formativos de produção do conhecimento, processos decisórios e processos políticos, mas que laca e tece compromissos e comprometimentos entre pessoas, instituições, movimentos sociais e diversos, que alcança a sociedade através da produção material e imaterial com empoderamento próprio de uma instituição universitária.”

Para o Secretario de Educação Osvaldo Barreto Filho, “a professora Adélia Pinheiro está preparada para dar continuidade ao trabalho que já vem sendo implementado na UESC. Hoje a UESC tem uma grande importância no contexto da educação superior da Bahia e, com certeza, esse processo será fortalecido. Este ano já tivemos três reuniões do Fórum dos Reitores, o que demonstra o comprometimento do Governador Rui Costa para com as Universidades Estaduais da Bahia.”

Estiveram presentes à cerimônia, além de autoridades civis, militares e eclesiásticas, os secretários estaduais de Ciência, Tecnologia e Inovação, Manoel Gomes de Mendonça Neto e de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues. O deputado federal Davidson Magalhães, o diretor geral da Ceplac, Sergio Murilo Menezes, o prefeito de Ilhéus, Jabes Sousa Ribeiro, o presidente da Associação dos Municípios da Região Cacacueira da Bahia – Amurc. Lenildo Santana e a Deputada Estadual Ângela Souza.


Comentários